header top bar

section content

Neymar marca e dá assistência, PSG vence e abre vantagem no Francês

O resultado levou o PSG a 41 pontos, dez à frente do segundo colocado, o Olympique de Marselha

Por Priscila Belmont

30/11/2017 às 09h14

© REUTERS / Benoit Tessier

O Paris Saint-Germain ficou longe de suas melhores atuações, mas contou com o talento de seus astros para derrotar o Troyes nesta quarta-feira, em casa. Neymar e Cavani marcaram os gols na vitória por 2 a 0 da equipe, que superou a retranca adversária e o desempenho pouco inspirado para disparar ainda mais na liderança do Campeonato Francês.

O resultado levou o PSG a 41 pontos, dez à frente do segundo colocado, o Olympique de Marselha, que assumiu a vice-liderança ao bater o Metz por 3 a 0, mesmo fora de casa. Isso porque o Monaco caiu diante do Nantes por 1 a 0, também nesta quarta, e parou nos 29 pontos, em terceiro. Já o Troyes é apenas o 13.º, com 18 pontos.

Os primeiros minutos em Paris deixaram claro o cenário da partida: o PSG ganhou o campo de ataque, assumiu a posse de bola e encontrou um Troyes bem fechado, sem dar espaços ao adversário. O primeiro bom momento dos donos da casa aconteceu aos quatro minutos, quando Di María arriscou da entrada da área e parou em Samassa.

Sonolento, o time parisiense pouco criava e só levava algum perigo ao gol adversário em chutes de longe. Cavani e o mesmo Di María tentaram, mas erraram a mira. Aos 26, foi a vez de Meunier sofrer com a falta de espaço e tentar de fora da área. A bola saiu com perigo.

Se o PSG era dono da partida, a primeira grande chance foi do Troyes. Aos 28, Grandsir recebeu pela direita, driblou duas vezes Kurzawa e encheu o pé, parando em Trapp. Logo depois, foi a vez de Verratti aproveitar boa jogada de Pastore e finalizar, para fora.

A competente marcação do Troyes quase foi por água abaixo por uma bobagem de Azamoum. Aos 38 minutos, o zagueiro puxou a camisa de Cavani em lance isolado e o árbitro viu pênalti. O uruguaio foi para a cobrança, mas parou em ótima defesa de Samassa.

O segundo tempo trouxe um PSG ainda menos criativo e sofrendo com a retranca adversária. A primeira tentativa de Neymar só veio aos 12 minutos, também de fora da área. Lo Celso também arriscou, mas parou em Samassa.

E quando parecia que a marcação do Troyes levaria a melhor sobre o talento do PSG, Neymar resolveu em um lampejo. Aos 26 minutos, o brasileiro ficou com sobra na intermediária, ajeitou para a perna esquerda e arriscou de longe, cruzado, no canto direito de Samassa, que desta vez não alcançou.

O Troyes tentou responder aos 36, quando Jun Suk cabeceou à queima-roupa e Trapp fez grande defesa. Na sequência, porém, o PSG puxou contra-ataque em quatro contra três, Neymar foi invadiu a área, mas foi fominha e acertou a defesa.

Só que o brasileiro não repetiria o erro, e aos 44 minutos, fez o papel de garçom. Ele foi lançado pela esquerda, invadiu a área e esperou o momento certo para tocar para Cavani, que encheu o pé. Samassa ainda tocou na bola, mas não evitou que ela tomasse o caminho do gol.

LILLE VENCE – Na segunda partida após o afastamento de Marcelo Bielsa, que segue com sua situação indefinida no clube, o Lille deu sinais de reação e voltou a vencer pelo Campeonato Francês. Nesta quarta, a equipe visitou o Lyon e levou a melhor por 2 a 1, com direito a gol de Thiago Mendes, ex-São Paulo. Mesmo assim, segue na zona de rebaixamento, com 15 pontos.

Ainda nesta quarta-feira pelo Campeonato Francês, o Angers caiu em casa para o Rennes por 2 a 1, mesmo placar da vitória do Nice sobre o Toulouse, fora de casa. Já Guingamp e Montpellier não passaram de um empate sem gols.

Notícias ao Minuto

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!

ENTREVISTA

VÍDEO: Artista sousense que impressionou o público com suas pinturas fala sobre sua obra e trajetória