header top bar

section content

Clube russo quase contratou Neymar por 10 milhões de euros, mas o achou “frágil”

Ex-presidente do Lokomotiv Moscou revelou que teve a oportunidade de ter o craque brasileiro, mas preferiu por meia que hoje está na Estônia

Por IG

10/02/2018 às 08h31 • atualizado em 09/02/2018 às 14h33

Neymar (Foto: Gonzalo Fuentes/Reuters)

Neymar hoje é um dos melhores jogadores do mundo. Ele começou no Santos , em 2009, se tornou ídolo no time alvinegro, onde conquistou diversos títulos. Quatro anos depois, se transferiu para o Barcelona e jogou ao lado de Messi até o ano passado, mas decidiu se mudar para o Paris Saint-Germain. Essa trajetória, no entanto, poderia ter sido diferente, é o que garante o ex-presidente do Lokomotiv Moscou , Nikolai Naymov.

Em entrevista ao jornal Sport-Express , o dirigente afirmou que teve a chance de contratá-lo por cerca de 10 milhões de euros (cerca de R$ 40,1 milhões), mas desistiu do negócio para acertar com o meia Alan Gatagov, que não obteve o mesmo sucesso de Neymar e hoje joga no modesto Levadia, da Estônia.

“Primeiro que ele era muito jovem. Depois, não sabíamos como ele se adaptaria à Rússia. Era tão frágil, tão frágil, que rejeitamos a ideia”, confessou o ex-presidente do Lokomotiv. “Talvez fosse preciso elevar o valor para 12 milhões de euros (R$ 48,1 milhões), mas essa era a quantidade pedida. Um valor muito alto para um jogador de outro continente e tão jovem”, acrescentou.

Nikolai Naymov pareceu demonstrar arrependimento quando perguntado sobre a contratação de Gatagov. “Naquela época, ele (Alan Gatagov) não parecia pior do que Neymar”, finalizou.

Atualmente
Hoje com 26 anos, o astro camisa 10 do PSG e da seleção brasileira já conquistou muita coisa e o dinheiro oferecido à época parece piada perto do que o clube francês gastou para contratá-lo em agosto do ano passado: 222 milhões de euros, tornando-o o jogador mais caro da história do futebol.

Já Gatagov, preferido pelo clube russo, hoje tem 27 anos e além de jogar três anos pelo Lokomotiv, onde fez apenas quatro gols em 48 jogos, joga em um time pequeno da Estônia. Parece, mas só parece, que Neymar era uma aposta melhor.

Fonte: http://esporte.ig.com.br/futebol/internacional/2018-02-09/neymar-clube-russo-fragil.html

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula