header top bar

section content

Resumão da Rodada #7: ponto amargo do Auto, espiões no Almeidão e 3 vezes Nando

Listamos principais acontecimentos da sétima rodada do Campeonato Paraibano

Por Globo Esporte PB

13/02/2018 às 15h57

sétima rodada do Campeonato Paraibano foi distribuída em três dias diferentes por causa do feriado de Carnaval.

A sétima rodada do Campeonato Paraibano foi distribuída em três dias diferentes por causa do feriado de Carnaval. Na quinta-feira, três jogos abriram a série de confrontos. Atlético de Cajazeiras e Campinense se enfrentaram no Estádio Perpetão, mas a partida praticamente só aconteceu na segunda etapa, já que o primeiro tempo foi bem morno. Ainda no Sertão, o Sousa derrotou com facilidade o Serrano-PB e se aproximou do Botafogo-PB no Grupo A. O Belo, inclusive, só entrou em campo no domingo e empatou com o CSP em 3 a 3 em um duelo duríssimo no Estádio Almedião. Além desses três jogos, no sábado, o Treze venceu o Nacional de Patos por 1 a 0 e o destaque foi para Marcelinho Paraíba, o autor do gol decisivo.

Contudo, a rodada revelou a primeira equipe garantida no quadrangular do rebaixamento. E foi na quinta-feira mesmo. Na qual o Auto Esporte empatou em 0 a 0 com a Desportiva Guarabira, somou o seu primeiro ponto no estadual, mas a sua péssima campanha até aqui levou o clube a disputa amarga que acontece após a primeira fase. O GloboEsporte.com apresenta agora o Resumão da Rodada #7 do Campeonato Paraibano.

(TRI)NANDO

Há seis jogos sem marcar, o atacante Nando, do Botafogo-PB, enxergava no duelo com o CSP o cenário perfeito para voltar a balançar as redes. E em uma partida bastante movimentada no domingo de Carnaval, o camisa 9 não decepcionou e foi fundamental para evitar a queda da invencibilidade do Belo na temporada. O jogador anotou os três gols botafoguenses, recuperou a confiança da torcida e voltou a disparar na artilharia do Paraibano, com seis no total.

3 A 3 E CONFUSÃO

Após o apito final do árbitro Francisco Santiago, os ânimos das equipes no Estádio Almeidão ficaram elevados. O zagueiro Felipe, do CSP, chegou a avançar para cima do trio de arbitragem, e os jogadores do Botafogo-PB acabaram tomando as dores. A polícia precisou intervir e evitar que a confusão tomasse proporções maiores. Ao fim do tumulto, o defensor do Tigre acabou sendo expulso, mas outro ponto negativo foi que a torcida do Belo começou a atirar objetos no gramado na descida do time do técnico Léo Oliveira para o vestiário.

ESPIÕES NO ALMEIDÃO

Além de Leston Júnior e Léo Oliveira, que se enfrentavam dentro de campo, o domingo de Carnaval não foi de folga para dois outros treinadores. É que tanto Celso Teixeira, comandante do Campinense, e Marcos Nascimento, técnico do Nacional de Patos, estavam presentes no Estádio Almeidão para acompanhar a partida entre Belo e CSP. Vale ressaltar que o Tigre é o próximo adversário da Raposa, num duelo que acontece no próximo domingo no próprio Almeidão. Já o Naça ainda vai encontrar a equipe pessoense durante a primeira fase, mais precisamente na nona rodada do estadual. Porém, o Nascimento sabe que um possível confronto com o Botafogo-PB no mata-mata está encaminhado. Afinal, o Canário é o segundo colocado do Grupo A, com 13 pontos, a mesma pontuação do Alvinegro, que ocupa a terceira posição.

O PONTO AMARGO DO AUTO

Desesperados, Desportiva Guarabira e Auto Esporte se enfrentaram na última quinta-feira no Estádio Sílvio Porto. E após 90 minutos de um jogo fraco, o resultado terminou empatado sem gols. Mas o fato principal foi que, depois de sete rodadas, o Macaco Autino somou o seu primeiro ponto no estadual. O que não adiantou de muita coisa, já que o Sousa venceu o Serrano-PB no Estádio Marizão e chegou a 11 pontos no Grupo A. Caso o Alvirrubro vença os três jogos finais da primeira fase, só vai chegar aos 10 pontos.

CRISE SEM FIM

A situação complicada do Auto Esporte resultou na saída do técnico Ramiro Souza, que pediu demissão e já retomou os seus trabalhos no Botafogo-PB. Vale ressaltar que o treinador estava no Macaco Autino por empréstimo junto ao Belo. E a confirmação de sua saída do Alvirrubro foi dada pelo presidente Alvinegro, Zezinho Botafogo, que afirmou Ramiro já não tinha mais confiança no trabalho da diretoria para a sequência da competição.

Ramiro foi o segundo treinador a deixar o cargo no Auto Esporte. Antes dele, Severino Maia tinha entregado o cargo e retomado a função de auxiliar.

MARCELINHO PARAÍBA DECIDE

Quem também estava vivendo um momento de pressão era o time do Treze. A derrota para o Santa Cruz na Copa do Nordeste ligou o sinal de alerta no torcedor alvinegro. Porém, no último sábado, o Galo recebeu o Nacional de Patos, que vinha de quatro vitórias seguidas no Paraibano, para um confronto decisivo. E após uma atuação segura, os trezeanos levaram a melhor, com destaque para o seu camisa 10. Marcelinho Paraíba chegou o seu terceiro jogo na temporada e foi o autor do gol do triunfo sobre o Canário do Sertão.

JEFERSON: O CRAQUE DO PARAIBANO?!

O Campinense foi até Cajazeiras enfrentar um Atlético-PB de novo técnico. E o time de Adelmo Soares até teve uma boa atuação na segunda etapa, chegando a abrir o placar no Perpetão. Quando o placar ainda estava favorável ao Trovão Azul, o goleiro Jeferson, do Campinense, trabalhou e operou um milagre para evitar o segundo gol atleticano. Após as grandes defesas, a Raposa chegou ao empate com o zagueiro Willian Goiano. Após a sétima partida no Paraibano, o camisa do 1 do Rubro-Negro tem sido um dos destaques do estadual, ajudando o time a se manter líder isolado do Grupo A.

RAIO-X DA 7ª RODADA

Quinta-feira

Atlético-PB 1 x 1 Campinense (No Perpetão)
Sousa 2 x 0 Serrano-PB (No Marizão)
Desportiva Guarabira 0 x 0 Auto Esporte (No Sílvio Porto)

Sábado

Treze 1 x 0 Nacional de Patos (No Presidente Vargas)

Domingo

Botafogo-PB 3 x 3 CSP (No Almeidão)

Jogos: 5

Gols marcados: 11 (2,2 por jogo)

Arrecadação: R$ 189.014 (média de R$ 37.802,8 por jogo)

Público total: 10.433 pagantes (média de 2.086,6 por jogo)

Duas expulsões: Felipe (CSP), Izaías (Serrano-PB)

Nenhum pênalti marcado

NÚMEROS TOTAIS DO PARAIBANO

Jogos: 35

Gols marcados: 75 (média de 2,14)

Arrecadação: R$ 1.621.511 (média de R$ 46.328,8)

Público total: 88.523 (média de 2529,22)

9 expulsões

Arbitragem

4 jogos: Diego Roberto, Emanuel Diniz, Francisco Santiago, Renan Roberto, Clizaldo Luiz

3 jogos: Éder Caxias, Roberto Lima, Pablo dos Santos Alves, João Bosco Sátiro

2 jogos: Josemarques Domingos Tiago Ramos

1 jogo: Antônio Carlos Rocha, Severino Lima Júnior

Artilharia

6 gols:

Nando (Botafogo-PB)

4 gols:

Lúcio Curió (Nacional de Patos)

3 gols:

Muller Fernandes, Rodrigo Silva (Campinense)

Hélio Paraíba (CSP)

Araújo (Serrano-PB)

2 gols:

Biro Biro (Auto Esporte)

Jorge Mauá (Atlético-PB)

Willian Goiano (Campinense)

Henrique, Leandro (CSP)

Marcos Aurélio (Botafogo-PB)

Ebinho (Desportiva Guarabira)

Silva (Nacional de Patos)

Esquerdinha (Sousa)

Reinaldo Alagoano (Treze)

1 gol:

Duílio, Cleitinho, Renan, Jó Boy (Atlético-PB)

Ítalo, Léo Lima (Auto Esporte)

Lula, Walber, Rafael Castro, Netinho, Allan Dias (Botafogo-PB)

Jean Carlo, Rafael Araújo, Marcinho, Tarcíscio, Alex Murici (Campinense)

Moisés, Joalisson (Desportiva)

Guídeo (Nacional de Patos)

Renilson, Rafael Ibiapino (Serrano-PB)

Diego Neves, Gianotti, Gleidson, Jonathan (Sousa)

Ítalo, Vitinho, Edinho Canutama, Júlio Barboza, Marcelinho Paraíba (Treze)

Gol contra

1 gol:

Joalisson (Desportiva)

Fonte: https://globoesporte.globo.com/pb/futebol/campeonato-paraibano/noticia/resumao-da-rodada-7-ponto-amargo-do-auto-espioes-no-almeidao-e-3-vezes-nando.ghtml

DETALHES DO JÚRI

VÍDEO: Secretária revela bastidores do julgamento do caso Érika e diz que houve distinção de tratamento

22 DE AGOSTO

VÍDEO: Prefeitura de Cajazeiras corre para conseguir recapear todas as entradas antes do dia da cidade

"RASGARAM A CONSTITUIÇÃO"

VÍDEO: Para o vice-prefeito de Sousa, Lula é um preso político: “A injustiça dói em qualquer um”

TESTEMUNHO AO VIVO

VÍDEO: Pastor sentenciado a 32 anos de prisão diz que foi visitado por Deus na cadeia e saiu em 30 dias