header top bar

section content

Alison dos Santos conquista medalha de ouro nos 400m com barreira com melhor marca da carreira

Revelação de 19 anos crava quarto melhor tempo do mundo em 2019

Por Globo Esporte

09/08/2019 às 06h56

Brasil foi ouro nos 400m com barreira (Foto: Henry Romero/Reuters)

Após uma avalanche de medalhas na quarta-feira, o atletismo brasileiro foi apenas uma vez ao pódio nesta quinta nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. Mas foi em grande estilo.

+Confira o quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos de Lima

Alison dos Santos, de 19 anos, conquistou na noite desta quinta-feira a medalha de ouro na prova dos 400m com barreiras. Recordista sul-americano sub-20 (com 48s49), o paulista, que é apontado como uma das principais revelações do atletismo nacional, triunfou com um tempo de 48s46, a melhor de sua carreira. A prata ficou com o norte-americano Amere Lattin (48s98) e o bronze com o jamaicano Kemar Mowatt (49s09).

O tempo é o quarto melhor do mundo no ano, índice para a Olimpíada de Tóquio – que, por sinal, ele já tinha – e confirma o excelente momento do jovem atleta do país, que em julho também foi ouro na Universíade de Napoli, na Itália.

– Estava nos planos vim e fazer a melhor marca. Sempre quero fazer o melhor resultado. Meu estilo de corrida é assim: no começo não passo tão forte, mas minha segunda metade é muito forte. Consigo evoluir a cada barreira. É um ano surpreendente. Não esperava conseguir esses resultados com 19 anos – disse o atleta, que dedicou o título à mãe, Sueli.

Alison sofreu um acidente que marcou sua vida e seu semblante quando ainda era pequeno. Com apenas dez meses, ele bateu no cabo da frigideira e derrubou óleo quente de uma panela. Ele ficou cinco meses internado até se recuperar das queimaduras na cabeça, ombro e braços. As cicatrizes na cabeça ainda são bem evidentes.

Outro destaque do Brasil nesta quinta-feira foi a velocista Vitória Rosa. Medalhista de bronze nos 100m rasos na quarta, ela venceu sua bateria e obteve o melhor tempo nas semifinais dos 200m, com a marca de 22s72 – a mais veloz de sua vida na distância. Mais: o tempo registrado está abaixo do índice para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no próximo ano.

A velocista de 23 anos disputa a final da prova às 18h15 (de Brasília) desta sexta-feira. Ela terá como maior rival a jamaicana Shelly-Ann Fraser-Price, bicampeã olímpica dos 100m e medalhista de prata dos 200m nos Jogos de Londres 2012.

– Eu já esperava melhorar minha marca nos 200m rasos. Se Deus permitir, na final vai ser mais baixo ainda – afirmou.

Outra brasileira na semifinal dos 200m, Lorraine Barbosa Martins acabou na 11ª posição depois de correr a distância em 23s74.

Fora do pódio
Mais brasileiros foram à pista e campo nesta quinta-feira em Lima, porém sem conseguir medalhas. No lançamento do martelo, Allan Wolski terminou na sexta posição, com a marca de 73,25m.

Valdileia Martins foi a quinta colocada no salto em altura feminino, com 1,84m. Ela empatou com outras duas atletas, mas ficou atrás de ambas por causa dos critérios de desempate – precisou de mais tentativas para ultrapassar o sarrafo.

Juliana Campos não teve um bom desempenho na final do salto com vara e terminou na oitava colocação, com um registro de 4,10m. Já Carlos de Oliveira Santos terminou em sexto nos 1.500m. Por fim, Vanessa Chequer concluiu o heptatlo no quinto lugar.

Fonte: Globo Esporte - https://globoesporte.globo.com/jogos-pan-americanos/noticia/alison-dos-santos-conquista-medalha-de-ouro-nos-400m-com-barreira-com-melhor-marca-da-carreira.ghtml

Recomendado para você pelo google

HOSPITAL

VÍDEO: Revoltado, padre diz que risco de perder HU do Sertão é ‘descaso’ e ‘desrespeito’ com a região

58 ANOS DE EMANCIPAÇÃO

VÍDEO: Inaugurações e entrega de equipamentos marcam a primeira parte do aniversário de Santa Helena

CLIMA DE APREENSÃO

VÍDEO: Presidente da CDL diz que há R$ 25 milhões no caixa da UFCG para a construção do HU do Sertão

ELEIÇÕES 2020

VÍDEO: Vereadora garante que oposição está unida para lançar um nome forte para a Prefeitura de Sousa