header top bar

section content

CBF muda estratégia e finais da Copa do Brasil serão em setembro

Com partidas realizadas nos dias 4 e 11 de setembro, equipes não precisarão mais conciliar reta final do Campeonato Brasileiro com final da torneio

Por R7 / Lance

07/02/2019 às 08h12

Campeão da Copa do Brasil deve faturar mais de R$50 milhões (Foto; Lucas Figueiredo/CBF)

A CBF modificou as datas das finais da Copa do Brasil, que vinha acontecendo no fim do ano, para os dias 4 e 11 de setembro. O objetivo da entidade é trazer uma adequação ao calendário, garantindo que as equipes participantes não tenham a necessidade de conciliar a reta final do Campeonato Brasileiro com a final do torneio.

— Foi uma mudança estratégica por conta da reta final das competições. A CBF entendeu que ao recuar as finais para setembro aliviaríamos a reta final do volume de decisões que a gente geralmente tem entre o final de novembro e o começo de dezembro. Estamos convictos de que com isso conseguiremos ter uma reta final de forma mais aliviada e mais amena para os clubes. E com essa medida nós privilegiaremos também a final da Copa do Brasil, garantindo que ela tenha uma atenção total e plena – declarou Manoel Flores, diretor de competições da CBF.

A Copa do Brasil iniciou com 91 clubes e é dividida em oito fases. A competição distribui as maiores premiações do cenário sul-americano e nacional, dando ao campeão, mais de R$ 50 milhões, entre premiações recebidas em cada fase e na grande final.

Fonte: R7 / Lance - https://esportes.r7.com/lance/cbf-muda-estrategia-e-finais-da-copa-do-brasil-serao-em-setembro-06022019

Recomendado para você pelo google

É DA OPOSIÇÃO

VÍDEO: Dra Paula revela que João Azevedo já está atendendo a pedidos do prefeito de Cajazeiras

FICOU PRESO ÀS FERRAGENS

PRF conta detalhes do acidente que vitimou vendedor da Região de Cajazeiras e deixou mulher ferida

VÍDEO

Aliado do governador bate de frente com presidente da CDL e garante funcionamento do IPC em Cajazeiras

NOVOS RUMOS

VÍDEO: Em Patos, assembleia da Paraíba debate sustentabilidade e desenvolvimento regional no Sertão