header top bar

section content

Entra o apoio, sai a bronca: o papo de Diniz no vestiário que levou o Fluminense ao incrível 5 a 4

Jogadores relatam discurso de confiança de treinador para mudar panorama de jogo

Por Por Hector Werlang — Rio de Janeiro

06/05/2019 às 09h21

Foto: Lucas Merçon/Fluminense/FC

Fernando Diniz reconheceu, em entrevistas após assumir o comando do Fluminense, que tem se esforçado para melhorar na relação com os jogadores. Pois o intervalo da partida contra o Grêmio, domingo, em Porto Alegre, foi um exemplo prático da mudança: ao invés de cobrar pela má atuação no primeiro tempo, o treinador apoiou o grupo. Deu certo.

Além da troca de Airton por Daniel, das orientações táticas e do pedido para manter o estilo de jogo ofensivo com troca de passes, o treinador aproveitou o tempo de descanso para passar confiança. Àquela altura, o Tricolor perdia por 3 a 2. Venceu por um incrível 5 a 4.

– Diniz só deu moral para a gente no intervalo. É um cara que na hora de brigar, briga. De vez em quando ele grita, chega a berrar e xingar. Mas é o jeito grosso dele. Na hora que tem de dar moral, ele dá. Ele foi o primeiro a acreditar, então, fizemos o que ele pediu. É um cara que vai estar do nosso lado, assim como a gente vai estar do lado dele – comentou o goleiro Rodolfo.
A personalidade de Diniz, aliás, causou estranheza em alguns jogadores, não acostumados às cobranças enérgicas. Especialmente nos treinos com portões fechados, o técnico costuma ser incisivo nas cobranças.

– Quando a gente fez os dois, a conversa no vestiário foi que dava para a gente chegar e empatar o jogo. Empatamos, viramos e saímos com os três pontos – acrescentou Luciano.

Após o jogo, com o clima festivo, foi possível ouvir gritos de comemoração do vestiário. Bruno Silva relatou o que ocorreu:

– Diniz acredita mais na gente do que a gente mesmo. Está sempre conversando e motivando. Ele acredita na proposta de jogo, e nós acreditamos nesse estilo. É um cara importante para o Fluminense. Os jogadores correm, mas ele dá essa coragem para ter esse estilo de jogo.

Em 13º lugar, com três pontos, o Fluminense se prepara para um clássico. Enfrentará o Botafogo no sábado.

Fonte: Por Hector Werlang — Rio de Janeiro - https://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/entra-o-apoio-sai-a-bronca-o-papo-de-diniz-no-vestiario-que-levou-o-fluminense-ao-incrivel-5-a-4.ghtml

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Governador João Azevêdo fala sobre o afastamento político com Ricardo Coutinho e mudanças no Governo

TRAGÉDIA

VÍDEO E FOTOS: Delegado dá detalhes do grave acidente próximo a parque de vaquejada em Cajazeiras

ESPERANÇA

VÍDEO: Presidente da OAB declara que luta pela permanência da Vara do Trabalho de Cajazeiras não acabou

ENTREVISTA

VÍDEO EXCLUSIVO: Governador anuncia obras no Sertão, esclarece polêmicas e fala de relação com Ricardo