header top bar

section content

Placar elástico, “olé” e festa: Cruzeiro esquece um pouco a crise e faz torcedor sorrir de novo

Em meio a uma das maiores crises da história do clube, Raposa volta a brilhar em campo, vence o rival e fica próxima de chegar à quarta semifinal seguida de Copa do Brasil

Por Globo Esporte

12/07/2019 às 08h31

Jogadores comemoram vitória no clássico (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Uma noite de êxtase para o torcedor cruzeirense. Passando por uma das piores crises administrativas da sua história, o futebol do Cruzeiro deixou de lado os problemas enfrentados pelos dirigentes, os salários atrasados, esqueceu a sequência de nove jogos sem vencer na temporada e deu uma resposta em campo. Uma vitória maiúscula: 3 a 0 em cima do Atlético-MG, o maior rival, pela Copa do Brasil, competição em que é o maior campeão, com seis títulos. Um presente para o torcedor, que convive há quase 50 dias com a crise cruzeirense.

Os mais de 50 mil cruzeirenses que estiveram no Mineirão voltaram a extravasar o sentimento de orgulho pelo clube quase centenário, multicampeão, mas que não vinha dando alegrias ultimamente. O Cruzeiro saiu das páginas policiais, pelo menos por um pouco de tempo, e voltou a ocupar as manchetes das páginas esportivas, onde está acostumado a se destacar.

Foi sorriso quase do começo ao fim no estádio. E com a estrela do técnico Mano Menezes, que vinha sendo cobrado pelos nove jogos sem vitória na temporada, brilhando. Por opção técnica, segundo o clube, ele deixou Fred no banco e escalou Pedro Rocha.

Jogar com um “falso 9” não vinha dando certo na era Mano, mas deu resultado na noite dessa quinta. Pedro Rocha, o jogador que veio do Spartak e fica inicialmente emprestado só até o fim do ano, mostrou que também brilha em clássico. Marcou um bonito gol para abrir o placar, mostrou expertise para antecipar a Zé Welison e frieza para driblar Victor e passar a bola para Thiago Neves marcar.

Pedro já havia sido importante no título do Mineiro, ao participar do lance que gerou o pênalti e o gol do título cruzeirense. Nessa quinta, deixou o campo para a entrada de Jadson, no segundo tempo, e foi aplaudido pelo torcedor. Na segunda etapa, o Cruzeiro ainda marcou com Robinho, um dia depois de o meia renovar até 2021.

Com o 3 a 0, o torcedor cruzeirense fez festa na arquibancada. Gritou “olé” com o toque de bola dos jogadores, provocou o rival e cantou bastante, satisfeito com o resultado obtido.

Uma vitória que aproxima o Cruzeiro da classificação às semifinais da Copa do Brasil. A vaga será definida na próxima quarta-feira, no Independência, às 19h15 (de Brasília), com o time podendo perder até por dois gols de diferença, que ainda garante a passagem, que faria o time estar, pelo quarto ano seguido, entre os semifinalistas da Copa do Brasil, competição em que é o maior campeão, com seis títulos.

O Cruzeiro volta a ganhar após nove jogos, respira em um momento conturbado de sua história, e o torcedor cruzeirense, que ainda continua preocupado com o futuro do clube, volta a sorrir, de onde sempre vieram as suas alegrias.

Fonte: Globo Esporte - https://globoesporte.globo.com/futebol/times/cruzeiro/noticia/placar-elastico-ole-e-festa-cruzeiro-esquece-um-pouco-a-crise-e-faz-torcedor-sorrir-de-novo.ghtml

Recomendado para você pelo google

PARA TUDO!

VÍDEO! Garis realizam greve e toneladas de lixo deixam de ser coletados na cidade de Patos

PROGRESSÃO DE PENA

VÍDEO: Presidente da OAB-PB diz que pedido do MP e recusa de Lula para semiaberto têm motivo político

RECÉM-INAUGURADO

VÍDEO: Após morte de homem, perita explica por que o IML de Cajazeiras não atendeu a ocorrência

AGRESSÃO AO MEIO AMBIENTE

VÍDEO: Após lutar contra fogo em serra, padre faz alerta sobre queimadas ‘criminosas’ em Cajazeiras