header top bar

section content

Melhor brasileiro da São Silvestre cumpre meta em live de aniversário

De olho em Mundial, Daniel Nascimento faz 10 km abaixo de 30 minutos

Por Agência Brasil

28/07/2020 às 08h32 • atualizado em 28/07/2020 às 09h38

Ele marcou 28 minutos e 25 centésimos em um percurso de rua em Bauru, no interior de São Paulo, onde vive.

Qual a melhor forma de se comemorar um aniversário? Para Daniel Ferreira do Nascimento, é correndo. O paulista, melhor brasileiro na última edição da São Silvestre e que faz 22 anos nesta terça-feira (28), antecipou a festa com um desafio a si próprio, realizado no último domingo (26): concluir 10 quilômetros em 30 minutos. Tudo transmitido ao vivo, em uma live nas redes sociais. Missão dada, missão cumprida. E com folga. Ele marcou 28 minutos e 25 centésimos em um percurso de rua em Bauru, no interior de São Paulo, onde vive.

“Vinha de oito semanas de treino, mantendo foco e disciplina, que é o principal para um atleta. Estava muito confiante, até coloquei a marca como um desafio mesmo, que seria correr menos de três minutos por quilômetro. Estou muito feliz, mesmo em meio a essa pandemia, procurando incentivar quem está em casa e outros atletas também”, conta à Agência Brasil o fundista, natural de Paraguaçu Paulista, também no interior.

Segundo Neto Gonçalves, técnico de Daniel na Associação Bauruense de Desportos Aquáticos (ABDA), a ideia da live surgiu após a volta aos treinos. “A ideia não era fazer marca, mas estimular o clima de competição. É um momento sem eventos, de início de preparação para o Mundial de Meia Maratona, em [17 de] outubro. A fase de treinos não é nem a competitiva, mas ele está descansado e treinando bem, motivado, alegre. Juntou tudo isso e ele conseguiu correr muito bem”, explica à Agência Brasil.

Daniel foi convocado para o Mundial após atingir o índice ao vencer a Meia Maratona Internacional de São Paulo, em fevereiro (transmitida ao vivo pela TV Brasil). A competição seria disputada em 29 de março, em Gydnia (Polônia), mas foi adiada para outubro por conta da pandemia. Além dele, também representarão o Brasil Ederson Vilela Pereira, Paulo Roberto de Paula, Valdilene dos Santos Silva e Andreia Aparecida Hessel.

“O calendário [de competições] estava congelado até julho, mas quando soubemos que não retornaria [em julho], dei um descanso ao Daniel e começamos [o planejamento] de novo. Ele vem treinando normal, lógico, de forma isolada e tomando cuidados. Esses treinos têm sido a maior parte em estradas de terra, na zona rural da cidade. Bauru tem locais bons para esse tipo de atividade”, diz Gonçalves.

Além do Mundial da prova de 21 quilômetros, Daniel terá pela frente o Grande Prêmio Brasil de Atletismo e o Troféu Brasil da modalidade, em dezembro. As duas competições ainda não têm local definido. “Espero que o pessoal tenha gostado [da live]. Vamos que vamos para as próximas, depois que tudo isso [pandemia] passar”, encerra o atleta.

SUPERAÇÃO

VÍDEO: menino que nasceu sem braços e pernas emociona ao falar sobre sua história de vida

MAIS UMA OPÇÃO

VÍDEO: Wilson Filho diz que governador ‘olha com carinho’ para sua pré-candidatura a prefeito de JP

PARCERIA NÃO-ELEITORAL

VÍDEO: Pré-candidato aliado do Estado reconhece que governador vai apoiar seu adversário em São João

"MUITAS FALHAS"

VÍDEO: Presidente da Câmara avalia gestão de Zé Aldemir e se decepciona com promessas não cumpridas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!