header top bar

section content

Jogos de Tóquio: futuro presidente promoverá igualdade de gênero

Pré-requisito surge após renúncia de Yoshiro Mori

Por Agência Brasil

17/02/2021 às 08h27

Yoshiro Mori renunciou por conta de comentários sexistas (Foto: Yoshihazu Tsuno/ Pool via Reuters)

Quem quer que se torne o próximo presidente do comitê organizador das Olimpíadas de Tóquio deve ter um profundo conhecimento sobre igualdade de gênero, disseram os organizadores do evento nesta terça-feira (16), após o ex-líder Yoshiro Mori renunciar por conta de comentários sexistas.

Os preparativos para os já adiados Jogos Olímpicos enfrentaram um novo turbilhão após os comentários feitos neste mês por Mori, que acabou renunciando na última sexta-feira (12).

Em sua primeira reunião nesta terça-feira, o comitê de seleção de candidatos para chefiar os preparativos para os Jogos de Tóquio concordou em cinco requisitos para eleger o futuro líder, incluindo um profundo entendimento de igualdade e diversidade de gênero e a capacidade de atualizar esses valores durante os Jogos, disseram os membros do comitê em comunicado.

Entre outras qualidades exigidas estão perfil internacional e experiência no cenário global.

“O comitê fará sua seleção de candidatos para presidente do comitê organizador dos Jogos de Tóquio de acordo com esses cinco critérios o mais rápido possível”, afirmam os organizadores do megaevento esportivo.

SOU UM MILAGRE, ESTOU AQUI

VÍDEO: Empresário de Cajazeiras vence a Covid-19 e recebe homenagem da equipe médica da unidade de saúde

EXCLUSIVO

VÍDEO: Caixa Econômica Federal abrirá nova agência na cidade de Cajazeiras

APELO DRAMÁTICO

VÍDEO: Médica do Ceará chora ao pedir respeito ao isolamento social: “jovens estão na UTI do hospital’’

O JOGO VIROU

VÍDEO: Prefeito do interior de São Paulo viraliza ao alertar sobre colapso na saúde devido a pandemia

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!